Pouco a Falar

Quando os dias são frios
E as cartas todas se abaixam
E os santos que vemos
São todos feitos de ouro

Quando todos os seus sonhos falham
E aqueles que saudamos
São os piores de todos
E o sangue fica seco

Quero esconder a verdade
Quero abrigar você
Mas com a fera dentro
Não há onde nos escondermos

Não importa aquilo que criamos
Ainda somos feitos de ganância
Este é o meu fim
Este é o meu fim

Quando você sentir o meu calor
Olhe nos meu olhos
É onde meus demônios se escondem
Não se aproxime muito
É escuro aqui dentro
É onde meus demônios se escondem